Segunda a sexta de 8h às 17h (Presencial/Site)(37)3232-3266

Bem-vindo ao nosso site, onde tradição e excelência se encontram para oferecer a você serviços jurídicos de qualidade incomparável. Com mais de 30 anos de experiência, dedicamo-nos incansavelmente ao compromisso de fornecer soluções jurídicas eficientes e confiáveis.

Saiba mais

Blog

Fique por dentro de todas as notícias

Com PB e CE à frente, CNJ impulsiona identificação civil de 45% da população prisional
Artigo – Doação a descendente ou a cônjuge além da parte disponível: inaplicabilidade da nulidade da doação inoficiosa
Artigo – Lei 14.825/24 e a segurança jurídica aos adquirentes de boa- fé na compra de imóveis
Testamento pode dispor sobre criação de filhos menores e incapazes
Artigo – Os contratos sucessórios na reforma do Código Civil
CN-CNJ analisou PP sobre reconhecimento extrajudicial de usucapião por meio de Sentença Arbitral
ANOREG/PA e ANOREG/AM participam do XXI Encontro CLARCIEV realizado em São Paulo para debate do Registro Civil da América Latina e Caribe
Por abandono afetivo, mulher consegue retirar sobrenome paterno de registro
Artigo – Multipropriedade imobiliária: a polêmica sobre a (in) constitucionalidade da limitação da renúncia

Depoimentos

Veja o que dizem sobre nós

Contato

Entre em contato conosco

Endereço

Rua Manoel Batista, Nºs. 174/178, Bairro Centro, CEP 35660-049

Cidade

Pará de Minas/MG

Telefones

(37) 3232-3266 / (37) 3231-1872 WhatsApp

E-mail

1tabelionatoparademinas@gmail.com

Como chegar

Saiba como chegar ao nosso cartório

Este cartório orienta e conduz sua equipe com base na Lei 12.846/2013, conhecida como a Lei Anticorrupção, portanto, se houver alguma evidência e/ou conhecimento de conduta ilícita por parte de nossos colaboradores DENUNCIE ANONIMAMENTE. Toda denúncia será investigada e medidas serão tomadas, pois não toleramos atuação profissional em desacordo com a legislação vigente.
Este cartório realiza o atendimento preferencial de acordo com a Lei nº 10.048, de 8 de novembro de 2000. Art. 1º - As pessoas portadoras de deficiência física, os idosos com idade igual ou superior a sessenta e cinco anos, as gestantes, as lactantes (mulheres que estão amamentando) e as pessoas acompanhadas por crianças de colo tem atendimento prioritário, nos termos desta Lei.